ITALIAN SONGS


Às 21:30

Italian Songs,

com  os músicos Pietro Tonolo e Paolo Birro

Italian Songs

Com "Italian Songs", Birro e Tonolo propõem um projecto sustentado no repertório vasto e imensurável da música italiana, combinando a subtileza melódica e harmónica das canções americanas com tradição italiana. Este cruzamento entre ambas tradições sonoras, desde a década de 1930 até aos dias de hoje, é a base deste projecto. O concerto é uma viagem que percorre os seus caminhos através da reproposta instrumental de algumas das canções mais populares por compositores, músicos e escritores, que edificaram a história da música italiana como é o caso dos músicos Lucio Battisti, Umberto Bindi, Armando Trovajoli, Ennio Morricone, Domenico Modugno, Riccardo Cocciante, Bruno Lauzi e Maurizio Fabrizio.

 

Biografia – Paolo Birro

Paolo Birro nasceu em Vicenza, Itália, em 1962. Completou os seus estudos em piano clássico no Conservatório Vicenza em 1987, após o qual se dedicou à linguagem de jazz que o fascinou desde a sua infância. Em 1992, em trio com Sandro Gibellini e Mauro Negri, ficou em primeiro lugar no Concurso Barga Jazz International. Em 1996, após o lançamento do seu primeiro trio “Fair Play”, foi nomeado para “Melhor Novo Talento” pelos críticos da revista “Musica Jazz.” A sua carreira ofereceu-lhe a oportunidade de tocar com lendas do jazz como Lee Konitz, Buddy De Franco, Art Farmer, Johnny Griffin e muitos outros artistas internacionalmente conhecidos, e colaborou na gravação de mais de 50 álbuns de alguns dos mais importantes músicos que trabalham na Itália, como Scott Hamilton, Gianni Basso, Ruud Brink, Eliot Zigmund, Bobby Watson, Ronnie Cuber, Harry Allen, Tom Kirkpatrick, Charles Davis, Enrico Rava, Erwin Vann, Aldo Romano, Richard Galliano, Robert Bonisolo, Paolo Fresu, Tiziana Ghiglioni, Chuck Israels, Matt Renzi e Eddie Daniels. O relacionamento artístico com os saxofonistas Pietro Tonolo, Emanuele Cisi, Claudio Fasoli e o trompetista americano J. Kyle Gregory, tem sido mais contínuo, como documentado numa série de trabalhos publicados por editoras independentes, como é o caso da editora Egea, Splasc, Soulnote e Velut Luna. Toca regularmente na Orquestra Lydian Sound, dirigida por Riccardo Brazzale, uma das mais aclamadas bandas italianas pela crítica nos últimos anos. Como líder ou colíder, lançou vários álbuns a solo, duo e trio: “Sbàndio” (da Almar Records), uma performance de piano solo baseada nas tradições culturais de sua região natal na Itália, e “Passion Flower ”, uma homenagem à música de Billy Strayhorn gravada em conjunto com o saxofonista Lee Konitz, contam entre os seus últimos lançamentos. Como professor de piano, ensinou Jazz, improvisação e ensemble nos Cursos Municipais de Jazz de Milão, nas Master Classes de Jazz Internacional em Siena, no Conservatório de Jazz de Bolonha, no Conservatório de Mantua, na Escola de Música “Il Suono Improvviso” em Veneza, na Fundação de Música Clássica de Perugia e na Universidade de Jazz de Siena. Paolo Birro lecciona no Conservatório de Vicenza desde 2003.

 

Biografia – Pietro Tonolo

Pietro Tonolo - Tenor & Soprano Saxofone, compositor, maestro - A perda na música clássica foi o ganho para jazz em 1979, quando Pietro Tonolo deixou a carreira como violinista clássico para se tornar um dos grandes saxofonistas de jazz. Nessa época, mudou-se para Milão, onde tocou com alguns dos melhores músicos de jazz da Itália, incluíndo Franco D'Andrea, Luigi Bonafede, Larry Nocella, Massimo Urbani, Rita Marcotulli e Enrico Rava. Em 1982, Tonolo integrou a Orquestra Gil Evans, tocando com os músicos Steve Lacy, Lew Soloff e Ray Anderson. Mais tarde, actuou em clubes de jazz, rádios e em programas televisivos europeus e norte americanos, tanto comomúsico profissional contratado quanto como líder da sua própria banda. Tonolo foi membro constante da Electric Bebop Band de Paul Motian, de 1999 a 2004. Outras colaborações notáveis ​​incluem Kenny Clarke, Roswell Rudd, Sal Nistico, Chet Baker, Lee Konitz, John Surman, Steve Swallow, Gil Goldstein e Barry, Altschul, Joe Chambers, Aldo Romano, Kenny Wheeler, Dave Holland e Tony Oxley, para citar apenas alguns. Além do jazz, Pietro Tonolo tem vindo a colaborar com músicos e bandas contemporâneos ('Ex Novo Ensemble', 'Laboratorio Novamusica', 'Nex Time Ensemble', 'Sentieri Selvaggi', 'Orquestra de Archeia Italiana', quarteto de saxofones 'Arundo Donax' e 'Sonata Islands'), tocando e compondo música para diferentes combinações instrumentais de pequenas câmaras para orquestra de cordas. Atualmente lecciona no Conservatório de Vicenza.

Bilhete: 10 €
Bilhete (Estudante/Sénior): 7,50€

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
  •  
     
     
  • 160/220
     
     
     
     
     
     
     
     
  •  
     
     
     
  • 160/220
  • 160/220
  •  
     
     
     
  •  
     
     
  • 160/220
     
     
     
     
     
     
     
     

Morada

  • Rua Dr. Leonel Sotto Mayor
    2500-227 Caldas da Rainha

+39° 24' 21.6606",
-9° 7' 53.2056"

Contactos

  • 262 094 081 / 262 889 650
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Newsletters

 

Redes sociais